sábado, dezembro 20, 2008

Here comes the sun...


"Here comes the sun..."


Vem sol, aquecer os corações que dura experiência quis gelar,
vem derreter as paredes de gelo que insistem em permanecer.
Na busca da vida, uma parte especial de tua Luz brota no íntimo, no coração,
lá, em um lugar preparado.
Vem então, sol, abre o teu sorriso,
abre pétala por pétala essas flores,
bate na porta, chama para ver o rio que não para,
o rio que dimana de Deus.
Vê como as corsas, sedentas, buscam Suas águas.
O coração bate, respira emoções, transmite razões,
ensina o prosseguimento.
Vem sol, dizer que tudo é vida em transformação, que tudo vive em todos,
e que o morrer é viver no todo, é viver em nós,
é fazer parte elementar e atômica da vida universal.
Vem, mostra que o Amor permeia nossas dores,
cura nossas almas enquanto cuidamos uns dos outros.
Vem sol, Astro Rei.
Brilha por detrás das nuvens, mesmo que carregadas,
deixa que nossos olhos vejam que continuas aí,
quente, vital, magnético, doador de vida.
Espera nossas chuvas passarem,
reanima com calor o nosso amar,
atiça teu representante em nós,
tua Centelha de Deus que no coração dos homens espera,
o teu Grão de Mostarda, essa semente do Universo Maior,
esse teu espelho refletor poderoso de Luz,
que será mais uma vez soerguido por teus ráios.
Vem Sol!

2 comentários:

Fio disse...

Vavá, mais do que belas suas palavras nos movem a sentir a continuidade que a vida universal, holística tem. Quero deixar aqui o a letra do Gil "Era Nova"
"Falam tanto de uma nova era
Quase esquecem do eterno é
Só você poder me ouvir agora
Já significa que dá pé

Novo tempo sempre se inaugura
A cada instante que você viver
o que foi já era
E não a era
Por mais nova
que possa trazer de volta
o tempo que você perdeu
Perdeu não volta
Embora o mundo, o mundo, ah!
Dê tanta volta
Embora olhar o mundo
Cause tanto medo
Ou talvez tanta revolta...

...Os cabelos da eternidade
São mais longos que os tempos de agora
São mais longos que os tempos de outrora
São mais longos que os tempos da nova era

Da nova, nova, nova, nova era
que sempre esteve e está para nascer"

Beijos no coração da família Coutinho Campos

Fio, 27/12/2008

Coutinho Sagrada e campos disse...

Legal, Fiote,
o Gil sempre por perto, sempre com letras e palavras que transcendem e nos chamam para uma realidade incomum.
Valeu!

Todos novos em Capetinga

Todos novos em Capetinga
Olha aí o pessoal lá de antes...

O lobo da estepe - Hermann Hesse

  • O lobo da estepe define minha personalidade de buscador

ShareThis